Publicado em

Análises de Spore já estão online

As análises de Spore já estão aparecendo pela internet. Os principais sites americanos já publicaram as suas, e nós reunimos um resumo (e as notas) para você aqui nesse post.

Em vez de combinar as liberdades criativas com a jogabilidade, Spore força os jogadores a jogar em estágios que são derivativos e maçantes.
Variety, 50/100.

Tentando ser um Sim-tudo, Spore tenta possuir todos os gêneros para todos os tipos de público — uma estratégia que nunca funciona como deve.
Wired, 70/100.

Olhando para suas partes individualmente, elas não têm nada de especial. Mas olhando como um produto com as ferramentas criativas mais inteligentes da história dos jogos, e uma comunidade muitíssimo criativa, você tem um jogo que entregará horas e horas de legítima diversão.
GameSpot, 80/100.

Olhando friamente como um jogo, Spore falha em cinco gêneros diferentes, esmagado pela sua tentativa de ser amigável e casual. Mas como uma apresentação tangível de design inteligente, porém, com ênfase na criação e no comparilhamento, cabe perfeitamente na linha do trabalho de Will Wright. Não é um jogo perfeito, mas é certamente o jogo que todo o jogador deve experimentar.
1UP, 83/100.

Mesmo depois de anos de expectativa e de promessas aparentemente impossíveis, Spore é espantoso em seu escopo e execução. As ferramentas de criação são incríveis, a interface é brilhante, e a capacidade do jogo de aproveitar a criatividade do jogador é incomparável. A mecânica das fases individuais pode ser superficial, mas a experiência como um todo é instigante e — mais importante — muito divertido.
Game Informer, 88/100.

Enquanto Spore é um produto fantástico, não é tanto um jogo surpreendente. Eu não posso deixar de sentir que Spore é ambicioso e memorável, mas também tenho que admitir que, salvo o estágio espacial, não há muita profundidade aqui. Jogadores casuais vão se sentir em casa aqui, mas jogadores veteranos podem achar que precisam de mais.
IGN, 89/100.

Deus, na escala das coisas.
IGN UK, 90/100.

Pode não ser o jogo perfeito, mas Spore acabou por se tornar um dos meus brinquedos favoritos. E se um dia eu quiser um pouco mais eu posso apenas… jogar.
PC Gamer, 91/100

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *