Os erros e os acertos da EA em 2008

Todo o mundo aqui sabe que a EA é a maior distribuidora de jogos, e quando você é grande como a EA você precisa aceitar suas falhas para poder melhorar. O Gamasutra descreveu cinco dessas falhas e cinco dos acertos da EA nesse ano. Eu não concordo com tudo, mas os pontos deles sobre a EA Sims e a Maxis são bons:

EA Arrasa (The Sims Division)

Um dos anúncios menos discutidos mas mais interessantes na GDC esse ano foi Rod Humble anunciando The Sims Carnival. Humble é uma figura importante nos circulos de jogos de arte com seus projetos como o jogo The Marriage, e seu papel como líder do estúdio de The Sims na EA está dando alguns resultados interessantes de como a franquia está se expandindo.

EA Fracassa (O doloroso nascimento de Spore)

Vamos encarar a realidade, pessoal. O Spore de Will Wright é a “próxima grande coisa” há muito tempo já, e seu período de desenvolvimento arrastado demais está pesando. O título ganhou vários prêmios de Melhor da E3 em 2005, faça-me o favor.

Embora ainda não chegue aos níveis vergonhosos de Duke Nuken Forever, quanto mais a gente entende sobre esse lindo projeto da Maxis mais nós vemos o quão abstrato seu conceito é, e mais a gente entende que o jogo para PC foi alongado para os consoles e celulares para fazer o investimento de desenvolvimento valer a pena.

O jogo pode até ser uma obra-prima, mas seu nascimento está testando a paciência de todo o mundo e pode envergonhar a EA.