Spore é para todos?

Gamasutra:

Mas a observação que mais me surpreendeu foi como as pessoas que não tinham ideia do que era Spore reagiram à ideia do editor de criaturas. Na minha perspectiva, é uma ferramenta de criação brilhante e elegante. Mas para eles, era uma interface não muito familiar para algo que parecia um desafio.

Eu estou acostumado a viver em um mundo repleto de antecipação por Spore — em qualquer conferência, eu teria batalhado até conseguir alcançar o lugar mais próximo da tela. Mas no meio dos novatos, houve uma quantidade significante de incerteza e ansiedade. As pessoas não estavam muito certas se seriam capazes de construir algo, mesmo encorajadas e com exemplos. Um até mesmo disse, no meu ouvido “Eu não sou muito criativo desse jeito”. Eu achei essa reação fascinante.

Eu tenho certeza de que nem todo o mundo sente apelo por Spore, principalmente porque é um jogo bem lúdico e não realista. Mas eu acho que, para quem gosta desse estilo de visual, Spore vai apelar para muita gente, mesmo quem não gosta de jogar um jogo com fases e objetivos, justamente porque as ferramentas de criação não são bloqueadas dentro do jogo; enquanto que quem não quer criar suas criaturas e edifícios e veículos pode só usar uma que gostar na Sporepédia. É o melhor dos dois mundos.