Há 10 anos (e três dias), Spore era lançado. Depois de três anos de espera e muita, mas muita expectativa, o último jogo de Will Wright finalmente chegava às lojas.

Aqui no Brasil o jogo foi lançado dois dias antes, em 5 de setembro, e a minha caixinha chegou no mesmo dia. A Edição Galáctica, como se chamava a edição especial do jogo, era o meu presente de aniversário e de natal daquele ano. Eu não lembro de ter ficado mais empolgado antes ou depois do momento em que eu finalmente coloquei o disco do jogo no meu computador, instalei e a galáxia abriu pela primeira vez. Emoção pura, e a memória desse momento é o que ainda me faz visitar o Spore nesses dez anos. Eu escrevi um pouco mais sobre o porquê dele ser meu jogo favorito no meu blog.

Nesses dez anos muita coisa mudou. O design do Esporo mudou umas 300 vezes, inclusive. Mas os jogos mudaram muito desde então. Desde o modo como compramos jogos até onde jogamos jogos. Spore, querendo ou não, é um retrato de um período de transição da indústria. Mesmo assim, é o jogo mais ambicioso que eu já joguei e que eu me deparei desde então. E eu sou extremamente feliz por poder compartilhar dele, jogar ele e manter esse espaço vivo, mesmo sem notícia por anos a fio.


E não somos apenas nós, jogadores e criadores, que estamos comemorando essa data especial. A equipe de Spore, que se desfez quando a Maxis acabou em 2015, se reuniu ontem para celebrar o aniversário do seu maior projeto até então!

Equipe de Spore celebrando o décimo aniversário do jogo

Meus sinceros agradecimentos a esse pessoal por ter criado esse jogo tão especial pra mim, e meu muito obrigado a você, que mantém o interesse desse jogo vivo e visita o Esporo as vezes. Ele está no ar para você.

Vamos celebrar esse dia especial com uma foto da equipe do Spore no dia 7 de setembro de 2008?

Equipe de Spore celebrando o lançamento de Spore em 2008

Um feliz aniversário, Spore. Meu jogo favorito de todos. Que a gente celebre várias outras criações e aventuras nesses próximos dez anos.