Will Wright fala de Spore na SoCal

Está acontecendo nos Estados Unidos uma conferência sobre entretenimento social, como jogos, filmes, etc. Ela se chama SoCal, e Will Wright apareceu por lá para falar sobre os recursos online de Spore.

A apresentação do criador do jogo foi bem clara: Spore não terá um modo multiplayer — mas estará cheio de recursos para conectar jogadores. O central será um imenso catálogo, onde todas as criações de todos os jogadores estarão: microorganismos, criaturas, ferramentas, flora, edifícios, veículos, naves e planetas. Os jogadores terão um perfil, e poderão se comunicar com outros jogadores de forma semelhante ao Orkut ou MySpace.

Haverá uma loja online, para comprar novos itens ou expansões, dar presentes para amigos (que você poderá adicionar em sua página de criador), etc. Esses recursos online são a base de toda a interação inter-jogadores do Spore.

Wright também falou dos conteúdos criados por jogadores no jogo. Para ele, essa é a peça central do Spore: haverá, sim, um conteúdo inicial criado pela Maxis para povoar os mundos pela primeira vez, mas depois — baseado em sua lista de amigos e preferências — o jogo irá fazer o download de outras criaturas, faunas, civilizações ou planetas para deixar o jogo mais desafiador, uma vez que todos os dados sobre a “personalidade” da criação acompanharão ela na transferência.

Will Wright deixou claro que essas tecnologias inovadoras de criação e compartilhamento são complexas, o que fará com que Spore seja lançado só no segundo semestre de 2007; e ainda avisou os preocupados por terem conexões discadas: os conteúdos são extremamente pequenos. Spore é para todos.