USA Today: Você quer tentar uma evolução?

O USA Today publicou um artigo pequeno sobre Spore. Nada de muito novo, mas pelo visto Will Wright deixou escapar que a Sporepédia terá um recurso de lista de amigos (algo semelhante com o Orkut), onde a gente pode adicionar outros jogadores como amigos para receber as criações deles automaticamente.

Segue alguns destaques do artigo. Você pode ler o original, em inglês, aqui:

Conforme a espécie se desenvolve, o jogador encontra criaturas e edifícios criados por outros jogadores; na fase do espaço, jogadores visitam planetas criados por outros.

Embora Spore não seja, tecnicamente, um jogo online, jogadores se conectam aos servidores para enviar e baixar conteúdo. Eles também podem jogar sozinhos.

“O jogo está, de alguma forma, construindo um modelo do jogador. Isso é algo novo nos jogos”, diz Wright, que é casado e pai de uma filha de 19 anos. “Ele está observando o que o jogador está fazendo e criando e percebendo o estilo do jogador e o seu nível de habilidade. São essas as coisas que usamos para trazer conteúdos para a sua máquina. Nós estamos tentando combinar criaturas e construções. Essas são (criações) fofas e cartunescas ou realistas, de ficção científica?”

Wright compara esse processo de filtro colaborativo aos recursos de recomendação da Amazon.com. “Quando você encontra conteúdo que outros jogadores criaram, você poderá ver o seu perfil e marcá-lo e dizer ‘eu gostaria de ver mais conteúdo dessa pessoa’. Como se fosse uma lista de amigos”.

“De alguma forma, nós estamos deixando os jogadores criarem o jogo. Quando você vai para os níveis mais avançados do jogo, você terá milhares de planetas para visitar. Obviamente, nós nunca poderíamos fazer algo assim se tivéssemos que criar todo esse conteúdo”.