Gameplayers acredita que Spore será um fracasso

Não é de hoje que as pessoas supõem que Spore seja um provável fracasso de vendas. A gente postou em 2006 uma previsão de que Spore não seja um sucesso do tamanho de The Sims (eu acho que todo o mundo acredita que ninguém consegue bater The Sims, nem mesmo o Spore).

Mesmo assim, o site Gameplayers listou uma série de motivos pelos quais eles acreditam que Spore vai ser um fracasso, entre eles o fato do jogo não ser The Sims (mas sei lá, nenhum jogo é The Sims, com a exceção de The Sims), não tem multiplayer e os atrasos mataram o interesse (hmm…).

Spore quer simular a evolução da vida. Jogadores recebem um planeta e devem jogar como Deus, criando, editando e personalizando uma série de monstros desde a fase microscópica até o fim como criaturas super-inteligentes e voadoras pelo espaço. Cada planeta será único, com quase infinitas opções de design para criar seus organismos, sem falar da diferenciação exponencial que ocorre ao unir espécies. Finalmente, usuários poderão enviar seus planetas para uma galáxia virtual, onde outros jogadores poderão interagir.

Legal, né? Nós tivemos a oportunidade de sentar com Will Wright e fazer um tour pessoal pela sua visão pelo que parece ser o projeto mais impressionante sendo desenvolvido no mundo, em qualquer formato. Se ele conseguir fazer isso, vai ser uma coisa do futuro. Mas mesmo se ele conseguir acertar tudo, vai ser difícil de vender Spore.

Aqui vai um resumo: é o resultado de uma série de motivos que vamos detalhar a seguir, mas Spore está mirando exatamente no meio das audiências mainstream e de jogadores, e pode acabar atraindo ninguém.

Confira o artigo completo aqui.