Co-fundador da thatgamecompany fala sobre sair do time de desenvolvimento do Spore Creatures

Gamasutra:

Por exemplo, o Spore da Maxis é incrível, mas Spore não é o tipo de jogo que a thatgamcompany pretende fazer. Depois de trabalhar nele por um tempo, mesmo com o jogo sendo muito divertido, e todo o mundo lá é muito criativo, e eu estava criando protótipos todos os dias. Era como o emprego perfeito para um game designer — e eu ainda não sei porque eu saí. (risos)

Eu acho que é porque quando você joga um jogo, você tem um objetivo, e cada ação que você faz tem uma resposta clara e uma recompensa que diz “ei! Agora você está mais perto do objetivo!”. Seja uma barra de experiência, ou um dinheiro que você está coletando, eu acho que não importa o quão difícil seja trabalhar na Maxis, eu não estou mais próximo de atingir o objetivo que eu estou procurando.

Então, eu acho que eu só quero criar algo que seja uma contribuição para a indústria. Se eu tivesse ficado com Spore naquela época — eu não sei nem quando ele ficará pronto, mas eles finalmente anunciaram uma data de lançamento. Eu só pensei, “Se eu sair nesse momento, e começar a criar um novo jogo, eu talvez consiga criar um jogo antes do Spore ser lançado.” Eu acho que ainda temos uma chance!

Então, [um novo jogo] mais flOw, eu penso que ter dois jogos para o jogador é melhor do que… deixar uma empresa antes do jogo estar pronto? Sim, é ruim para a Maxis, mas eu acho que é melhor para os jogadores; para todos, ter mais jogos para os jogadores — mais jogos com um sentimento diferente.

Essa entrevista com o Jenova Chen é excelente. Ele é um designer que ainda terá grandes ideias pela frente, e flOw é fantástico (e com muito gostinho da fase de Célula do Spore). É interessante ver ele falando de “ter tempo pra lançar um jogo antes de Spore”, como se Spore fosse causar um impacto grande demais que eles teriam que repensar seus próximos jogos. Vamos esperar pra ver! :D