CEO da EA comenta estratégia de microtransações para Spore

O site Voodoo Extreme notou uma fala interessante do CEO da EA, John Riccitiello, na última reunião com os investidores:

“Eu adoraria imaginar que daqui a dois anos a dúvida será se nós teremos que criar uma marca para Spore dentro da EA”, Riccitiello disse, planejando uma franquia tão grande quanto The Sims, que possui sua própria marca.

Ele disse que adoraria “monetizar partes de corpo, partes de planta, partes de veículos, como uma forma de receita incremental na base de usuários de milhares de usuários ativos”.

Eu não gosto dessa ideia nem um pouco. É um pulo para eles começarem a nos cobrar pela Sporepédia, fora que isso ia fragmentar os jogadores e limitar aquilo que pode aparecer no seu jogo.