GameSpy: Demonstração de Spore na Comic-Con

GameSpy:

Primeiro nos afastamos do nosso planeta natal e rumamos para um gigante gasoso vizinho. Wright disse que a equipe de Spore “queria realmente transmitir a beleza” da exploração espacial. Por isso, o gigante gasoso laranja-avermelhado girava lentamente, rodeado por uma faixa de anéis reluzentes. Formações de nuvens espirais giravam lentamente pela superfície d mundo parecido com Júpiter.

Em um planeta rochoso estéril dentro de seu sistema estelar natal, Wright encontrou os restos de uma nave alienígena. Então (depois de trapacear para dar à sua nave espacial toneladas de habilidades que ainda não tinha ganhado), ele traçou seu caminho e aproximou-se de um sistema estelar vizinho, onde descobriu um mundo quieto com uma atmosfera fina e quase inabitável, mas repleto de especiarias, o que tornaria em uma colônia rentável.

Wright atirou uma cápsula de colônia na superfície do planeta, onde ela caiu e enviou uma enorme onda de choque através da crosta. Pouco tempo depois, uma cúpula de energia começou a cercar o local e, gradualmente, uma cidade composta por seus prédios únicos brotou por baixo.