The Tyee: falando com o deus de Spore

The Tyee:

“Eu tive a sorte de ter tido sucessos o suficiente para que a EA não se importasse com minhas ideias malucas. Eles apenas acreditaram em mim. Eu disse para o time executivo ‘eu tenho esse ótimo jogo, powers of 10, conteúdo personalizado, bla bla bla’. Eles nem quiseram saber do que eu estava falando, só me disseram ‘Faça’”.

“O desafio foi com meu time. Com Spore, eu trouxe dez membros chave e disse a eles o que nós faríamos. Passou por gêneros, conteúdo personalizado a cada estágio, animação processual… parecia muita coisa. Eles olharam e me falaram que estava louco. Para mim, esse é o trabalho — convencer o time que a gente podia fazer isso. Eles deram uma de advogados do diabo, tinham muito feedback, e nós guiamos o desgin através desse processo”.