Will Wright revela detalhes dos recursos online de Spore na Entertainment Gathering

No início deste mês, J. Allard (Vice-Presidente de Jogos, Microsoft), Bing Gordon (Diretor Criativo, EA), James Korris (Instituto de Tecnologias Criativas da USC) e Will Wright (Designer de Spore, Maxis / EA) fizeram palestras no Entertainment Gathering. O tema era Interatividade & Jogos, e a mensagem principal provavelmente era que os jogos estão se voltando mais para um estilo aberto de comunidade. Comparável com a Wikipedia, no futuro os jogadores serão os que criam o conteúdo para jogos, que serão mais uma plataforma para esse conteúdo ser jogado.

Will Wright usou Spore como um exemplo de um jogo que funciona desta maneira. Wright disse que o jogador deve ser capaz de criar algo que pareça ser feito por um animador da Pixar. Em vez de colocar o jogador no papel de Frodo Baggins ou Luke Skywalker, o jogador deve ter o papel de George Lucas ao jogar um jogo — desenvolvendo uma história em vez de seguir uma predefinida. Os jogos devem deixar de ser “o novo filme”, ​​o que eles consideram há muito tempo.

Uma série de artigos sobre a palestra foram publicados, estamos juntando para postar os links aqui.

O site SnootySpore conseguiu uma imagem do evento, com uma cidade sendo criada:

Cidade alienígena

Will Wright fala de Spore na SoCal

Está acontecendo nos Estados Unidos uma conferência sobre entretenimento social, como jogos, filmes, etc. Ela se chama SoCal, e Will Wright apareceu por lá para falar sobre os recursos online de Spore.

A apresentação do criador do jogo foi bem clara: Spore não terá um modo multiplayer — mas estará cheio de recursos para conectar jogadores. O central será um imenso catálogo, onde todas as criações de todos os jogadores estarão: microorganismos, criaturas, ferramentas, flora, edifícios, veículos, naves e planetas. Os jogadores terão um perfil, e poderão se comunicar com outros jogadores de forma semelhante ao Orkut ou MySpace.

Haverá uma loja online, para comprar novos itens ou expansões, dar presentes para amigos (que você poderá adicionar em sua página de criador), etc. Esses recursos online são a base de toda a interação inter-jogadores do Spore.

Wright também falou dos conteúdos criados por jogadores no jogo. Para ele, essa é a peça central do Spore: haverá, sim, um conteúdo inicial criado pela Maxis para povoar os mundos pela primeira vez, mas depois — baseado em sua lista de amigos e preferências — o jogo irá fazer o download de outras criaturas, faunas, civilizações ou planetas para deixar o jogo mais desafiador, uma vez que todos os dados sobre a “personalidade” da criação acompanharão ela na transferência.

Will Wright deixou claro que essas tecnologias inovadoras de criação e compartilhamento são complexas, o que fará com que Spore seja lançado só no segundo semestre de 2007; e ainda avisou os preocupados por terem conexões discadas: os conteúdos são extremamente pequenos. Spore é para todos.

Datas de eventos importantes para acompanhar Spore

Spore percorreu alguns dos principais eventos de jogos do ano passado, e a cada apresentação novas informações foram apresentadas. Então é importante ficarmos atentos aos eventos desse ano para esperarmos mais novidades:

  • DICE Summit, 8–10 de fevereiro.
    Conferência da Academia de Jogos dos EUA. Will Wright dará uma palestra esse ano.
  • GDC, 20–24 de março.
    Conferência de desenvolvedores, duas apresentações sobre Spore já foram anunciadas.
  • E3, 9–12 de maio.
    A E3 será a primeira exibição pública de Spore esse ano. Uma enxurrada de informações, principalmente a data de lançamento, devem ser reveladas na conferência da EA.